Postagens

BATE-PAPO COM O ESCRITOR EDUARDO A. A. ALMEIDA

Imagem
Eduardo A. A. Almeida recebe os amigos Alex Xavier (escritor e jornalista) e Felipe Góes (artista e arquiteto) para um bate-papo sobre literatura e sobre seu livro mais recente, o romance Diante dos meus olhos (editora Reformatório, 2019).

A entrada é gratuita, basta chegar à livraria Zaccara e participar. Convide os amigos!

Fazer-me água para seus olhos

Imagem
Janmari não falava nem interagia com qualquer outra criança ou presença próxima. Era fascinado pela água, capaz de passar horas a ver o córrego que cortava os morros de Cévennes, na França, onde os aracnianos da rede de acolhimento se refugiavam. Entre eles se encontrava Fernand Deligny – poeta, educador e etólogo que o adotara. O córrego, o balde içado do poço, a caneca de chá. Dizia-se inclusive que Janmari era capaz de encontrar acessos ao lençol freático onde os “normais” viam apenas terra comum. Como ter certeza? Mais incrível – talvez de fato inacreditável se tomarmos como base a forma hegemônica como nos relacionamos hoje no Ocidente – é que de Janmari nada se cobrava. Tampouco se pretendia retirá-lo do seu viver autista e fazê-lo observar o mundo com olhos “sãos”. A ele era permitido ser, simplesmente, assim como às demais crianças autistas da morada. Imagino o sentimento do pai adotivo, jamais visto pelo menino, sua presença imperceptível. Deligny não podia nem deveria molda…

O II Encontro Internacional Fernand Deligny será semana que vem, no RJ!

Imagem
Um grande encontro em torno de Fernand Deligny e do que sua jangada nos faz pensar e produzir hoje está sendo organizado no Rio de Janeiro. Ele contará com a participação da nossa geppsiana Mariana Louver Mendes, entre vários outros pesquisadores, artistas, agentes da saúde, pensadores etc.

As conversas abrangerão práticas clínicas e artísticas, cuidado, comum, diferença, experimentações coletivas e estratégias atuais que buscam manter vivo o curso inventivo da vida, o que implica multiplicidade e diversidade, respeito e desejo pelas várias formas de existir, pelos diversos modos de existência.

Nas palavras de Mariana: "Que a gente se fortaleça enquanto rede e possa juntar os troncos, ajustar os liames, pra lançar jangada a atravessar esse marzão, que pede urgência".

Sua colaboração principal se dará na Casa Jangada, dia 25 de outubro (sexta-feira), com Williana Louzada e Eduardo Passos, conversando sobre "uma outra clínica possível”. Na sequência haverá um almoço colet…

GEPPS e CPF Sesc promovem ciclo de encontros sob o mote da errância como possibilitadora de experimentações no contemporâneo

Imagem
Os encontros do ciclo Linhas erráticas pretendem discutir formas contemporâneas de vida e de produção de subjetividade que se manifestam por meio de perambulações, desvios, aventuras, erros e recusas à domesticação.

O conceito, que se inspira no trabalho de Fernand Deligny com crianças e jovens “inadaptados”, se expande de maneiras variadas em mesas que derivam pela clínica, arte, coletivo, política, ética, filosofia, saúde, educação, entre as demais singularidades oferecidas pelos debatedores, trazendo à tona invenções e outros modos de existir, habitar, criar, cuidar e conviver.

29 de outubro, das 14h às 18h15, e 30 de outubro, das 14 às 20h Clique aqui para ver a programação completa e fazer sua inscrição

Mesas de debate:

29/10
14h às 16h
Experiências erráticas em Fernand Deligny e ressonâncias atuais
Com Mariana Louver Mendes e Marlon Miguel

16h15 às 18h15
Errâncias entre arte, estética e política
Com Eduardo A. A. Almeida e Dália Rosenthal

30/10
14h às 16h
Errâncias sismográficas: abala…

Documentário "Incomuns" estreia no Porto durante o MEXE - Encontro Internacional de Arte e Comunidade

Imagem
No dia 15 de setembro, às 19h45, o documentário Incomuns, de Isabela U. Valent, terá sua estreia nacional na cidade do Porto (Portugal) durante o MEXE - Encontro Internacional de Arte e Comunidade.

Fruto de uma oficina audiovisual colaborativa, Incomuns acompanha experiências de coletivos artísticos e culturais em São Paulo, que envolvem comunidades e pessoas diversas, evidenciando como elas produzem convivências e experimentações do comum na cidade. Ele foi produzido de forma colaborativa por participantes da pesquisa de doutorado Práticas artísticas na interface saúde e cultura: trajetórias e experimentações para a produção do comum, realizada no Programa de Pós-Graduação Interunidades em Estética e História da Arte da Universidade de São Paulo (PGEHA/USP).

Incomuns (duração: 30 minutos)
Realização: Isabela Umbuzeiro Valent
Orientação: Dra. Eliane Dias de Castro
Coletivos participantes: Cia Teatral UEINZZ; Coral Cênico Cidadãos Cantantes, Oficina de Dança e Expressão Corpora…

O IV Seminário de Estética e Crítica de Arte começa amanhã. Estaremos lá!

Imagem
Organizada pelo Departamento de Filosofia da USP, a quarta edição do Seminário de Estética e Crítica está com uma vasta programação de minicursos, comunicações e mesas-redondas.

O GEPPS dará sua contribuição em dois momentos do encontro:

- Eduardo A. A. Almeida participará da mesa “Performance, corpo e cidade” (3/9, das 14h às 16h, sala 104 A).
Gisele D. Asanuma falará na mesa “Fragmentos, desvios e indeterminações” (5/9, 16h às 18h, sala 104 B).

Venha você também! Para participar, basta chegar. Confira a localização e mais informações sobre os temas dos seminários aqui: IV Seminário de Estética e Crítica de Arte

Caminhar, olhar, transformar

Imagem
O trabalho mais conhecido do artista brasileiro Paulo Nazareth é a caminhada realizada entre março de 2011 e outubro de 2012, que o levou de Minas Gerais aos Estados Unidos. Ela gerou uma série de narrativas contadas por meio de fotografias, relatos escritos, objetos, mapas, performances documentadas e entrevistas, reunidas sob o título de Notícias de América. “Narrativas errantes”, nos dizeres de Paola Berenstein Jacques, não apenas porque são o que resta a ser compartilhado da experiência da errância, mas também porque dão lugar a vozes menores, a personagens coadjuvantes e a cenários invisíveis nas narrativas hegemônicas.

Paulo Nazareth partiu com destino certo e com a proposição de percorrer a América Latina calçando apenas chinelos, acumulando a terra dos países nas rachaduras de sua pele, até que enfim lavasse os pés no rio Hudson, em Nova York. O trajeto, porém, foi se definindo pelos próprios passos, que o desenhavam num mapa imaginário de dimensão coincidente com a do territ…

Emoção estética

Imagem
Este comentário à palestra de Edgar Morin em São Paulo foi publicado originalmente por Eduardo A. A. Almeida no jornal Correio Popular.


Edgar Morin entra pela plateia, não pelo palco, e de imediato começam os aplausos. O teatro do Sesc Pinheiros, em São Paulo, está lotado. O intelectual francês completará noventa e oito anos de idade daqui vinte dias. Pessoas de várias gerações se levantam e o aplaudem de pé durante um longo tempo. Emocionado, ele acena de volta. Então a sua emoção contagia a todos.

Li Morin pela primeira vez durante a faculdade de comunicação. Dois livros seus, na época, foram os que mais me marcaram, e os tenho ainda hoje. Falam sobre cultura de massas no século XX, “espírito do tempo”, indústria cultural e as diversas crises socioculturais dos anos 1960 e 1970. Entre o mestrado e o doutorado, interessei-me por suas ideias sobre o pensamento complexo, em especial enquanto método de pesquisa. Li trechos de seus diários já publicados e estou curioso a respeito de A av…

II Feira de Culturas do Cuidado

Imagem
A Rede arte (in)comum, que conta com a participação das geppianas Mariana Louver e Isabela Valent, convida todos para a II Feira de Culturas do Cuidado.

Trata-se de um encontro comunitário que agrega coletivos, pessoas e iniciativas promotoras de ações culturais e artísticas de produção de cuidado e coletividade para partilharem seus saberes e práticas. Além de ativar essas trocas, é também a partir da feira que tais iniciativas são cartografadas.

As inscrições das propostas vão até dia 2 de julho por meio de preenchimento deste formulário.
Para quem acessa o Facebook, tem uma página e um evento rolando por lá.

Cada iniciativa é livre para propor formas de compartilhar o que fazem, seja por meio de vivências, falas ou levando suas produções. Haverá três modalidades de participação:

1 - Apresentação breve sobre a iniciativa ou o coletivo
Oportunidade para que as iniciativas possam se apresentar e divulgar seus trabalhos.

2 - Vivência
É a degustação prática da iniciativa, que pode ser comp…

Estaremos no seminário Deslocamentos Sensíveis, realizado pelo PACTO/USP

Imagem
O GEPPS compõe a rede de projetos ligados ao PACTO/USP e estará presente neste encontro. Confira abaixo a divulgação oficinal:

Neste XIII Seminário do Laboratório de Estudos e Pesquisa Arte e Corpo em Terapia Ocupacional (PACTO/USP) pretende-se instaurar um plano comum entre coletivos e projetos na interface arte, saúde e cultura para a realização da pesquisa “Deslocamentos Sensíveis:  inscrições públicas dos modos de existência de projetos coletivos na interface arte e saúde na cidade de São Paulo”.

A pesquisa propõe o agenciamento e fortalecimento da rede de projetos ligados ao PACTO/USP com o intuito de criar espaços de experimentação, registro e reflexão em torno da singularidade daquilo que é produzido nesses contextos, de modo que essa produção seja compartilhada e possa incidir em outros territórios, sem que a divulgação fira os modos de existir desses grupos.

A participação é aberta e gratuita e pode ser feita neste link.
Mais informações no Facebook, clique para conferir!